Além de um território de disputa

Estadão

Famílias controladoras e professores ideológicos erram igualmente

por Cecília Canalle Fornazieri

A discussão do projeto de lei Escola sem Partido trouxe à baila o papel da família e do Estado na educação, como se a criança e o jovem ficassem no centro de um cabo de guerra em cujas extremidades estivessem, de um lado, escolas politicamente corretas e do outro, famílias impecáveis. Mas quantas vezes vimos, na História, Estados que, no exercício do seu dever de preservar valores fundamentais da nação, os destruíram em nome do poder? E quantas vezes assistimos, atônitos, ao mal que tantos pais fizeram a seus filhos? Não se trata, portanto, de defender a hegemonia de nenhuma parte, mas de verificar qual a contribuição de cada uma...

(Leia o artigo completo no site do Estadão.com)