Rio Encontros promove diálogo entre fé e razão e aborda o tema da beleza

Acidigital

A fim de proporcionar um diálogo entre fé e razão, o Centro Cultural Fato & Presença (CCFP), do Movimento Comunhão e Libertação, realiza pelo segundo ano o Rio Encontros, de 8 a 11 de outubro, no Rio de Janeiro (RJ). O objetivo, segundo os organizadores é “testemunhar a nova vida e o conhecimento gerado pela fé, respondendo ao pedido do Papa Bento XVI para que a inteligência da fé se torne a inteligência da realidade”.

Para Walter Vasconcelos, que está na organização do evento, a melhor forma de promover este diálogo entre fé e razão “é mostrar a riqueza de vida que esse Ele pode trazer para todas as pessoas”. Walter ressalta que não se trata de “uma questão que se limita a um credo”. “As formas de expressão do homem são movidas pela razão. Mas a razão não dá conta de explicar toda a existência. Então, essa relação razão e fé se revela como uma das discussões mais interessantes da atualidade”, afirma.

Neste ano, o evento terá como tema “O destino do homem é a beleza”, que surgiu após um encontro entre o presidente do CCFP, Gabriel Cruz, e um amigo, na Cidade Maravilhosa, de frente para a Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar. Segundo Vasconcelos, esse amigo disse: “É, é verdade, o destino do homem é a beleza!”; e explicou a Gabriel que “o homem foi feito para o belo, para buscar aquilo que é bonito para ele, e é essa busca que o move”.

“Relembrando São João Paulo II, que diz na sua encíclica Veritatis Splendor que o esplendor da verdade está presente em toda a criação, não tivemos dúvidas de que esse deveria ser o tema sobre o qual nos encontrarmos este ano, confirmados ainda pelo modo como o Papa Francisco fala da beleza da criação na sua encíclica Laudato Si”, conta Vasconcelos.

Para ele, o Rio Encontros não poderia abordar um tema mais atual do que falar sobre o destino do homem por meio da beleza. “A definição de beleza pode deixar muitos intrigados, porque o belo é um conceito muito maior do que uma apropriação estética. Ele vai além do que a gente vê em um par de olhos de uma criança vivaz. A beleza remete ao infinito. Segundo alguns, a etimologia da palavra revela um sentido profundo: ‘a casa em que Deus habita’”, expressou.

Toda a programação do evento buscará promover aos participantes oportunidades de encontros com o belo, por meio de diferentes atividades. Já no primeiro dia, 8 de outubro, a tema a ser trabalhado é a beleza da santidade.

“Depois, em outros momentos da programação, teremos a oportunidade de reconhecer a beleza no diálogo construtivo, no qual se respeita a liberdade de expressão e as diferenças se opinião; no maravilhamento da descoberta científica, ao contarmos a história do médico Jerome Lejeune, descobridor da causa da síndrome de Down; no Universo e nas Artes. Além disso, a beleza na Música se fará presente com as apresentações do Duo clássico Tuttman-Vetromilla e de música popular, com o grupo Vai dar samba”, antecipou.

Haverá ainda apresentação de uma mostra de curtas de animação, chamada “Busca em movimento”, sobre a procura do homem por um sentido.

O Rio Encontros também está promovendo um concurso fotográfico para amadores com o mesmo tema do evento. O edital completo do concurso pode ser encontrado no link https://copy.com/7Dn0zvPx4IMQO8sb e outras informações podem ser obtidas através do e-mail: fotos.rioencontros2015@gmail.com

*Texto publicado no site: Acidigital dia 20/08