Dom Filippo Santoro vai assumir a Arquidiocese de Taranto na Itália

Diocese de Petrópolis

O Papa Bento XVI nomeou hoje (dia 21 de novembro), Dom Filippo Santoro, bispo da Arquidiocese de Taranto, na Itália, substituindo Dom Benigno Luigi Papa. A posse de Dom Filippo em Taranto está marcada para o dia 5 de janeiro, no entanto, ele fica na Diocese de Petrópolis até o dia 1º de janeiro, como administrador apostólico. Ao mesmo tempo em que a nomeação era publicada pelo Vaticano, Dom Filippo Santoro fez o comunicado oficial em reunião realizada na manhã de hoje (21 de novembro), no salão da Catedral de Petrópolis, com a presença de vários padres e leigos da Diocese.
Em seu comunicado, Dom Filippo Santoro disse que recebeu com obediência e espírito de fé a nomeação do Santo Padre para a Arquidiocese de Taranto consciente de uma nova etapa que se abre em sua vida. “Desde que me foi comunicada a notícia, fiquei com o coração agitado e apertado pelo fato de ter que interromper o caminho muito positivo que estamos percorrendo juntos desde o dia em que entrei na querida Diocese de Petrópolis, em 11 de julho de 2004”.
Ele afirma que desde a sua chegada na Diocese foi recebido com grande alegria pelos padres, religiosos e religiosas, fiéis leigos e as autoridades públicas. “Conhecendo as pessoas e trabalhando com elas, cresceu a estima e a amizade e o compromisso comum para o bem da Igreja e do nosso povo. Em todas as minhas atividades me moveu o desejo de comunicar a beleza de Cristo que, vivo entre nós, transforma a vida. Isso se expressou no nosso Plano Pastoral de Conjunto que contribuiu a dar unidade à nossa Diocese e que inspirou todas as atividades pastorais”.
Dom Filippo Santoro agradeceu a colaboração de todos, ressaltando o apoio que recebeu dos padres “que permitiu desenvolver um projeto unitário e incentivar o espírito missionário desejado pela V Conferência do Episcopado Latino-americano de Aparecida. Sem a colaboração de todos isso não seria possível”. Ele falou ainda de seu empenho para recuperação da Universidade Católica de Petrópolis, que quando chegou a Diocese estava sujeita a intervenção pública “e que agora esta em pleno crescimento”. Como um de seus últimos atos como Grão Chanceler da UCP, conseguiu a nomeação do Padre Jesus Hortal como reitor da Universidade.
Em seu comunicado, Dom Filippo Santoro lembrou a tragédia de 12 janeiro deste ano, quando mais de 900 pessoas perderam a vida na Região Serrana, atingindo quatro municípios que forma a Diocese, lembrando que deste o primeiro momento colocou toda a estrutura da Igreja para atender as vítimas em colaboração com as autoridades públicas. “Nas várias cidades atingidas incentivei os nossos fiéis a se empenhar em favor dos flagelados e da reconstrução. Para dar continuidade ao trabalho do primeiro momento, formamos na Diocese uma entidade de atendimento aos desabrigados: a “Presença Samaritana”. Em Petrópolis promovemos quatro audiências públicas para estimular continuamente as autoridades em vista de uma reconstrução humana e urbanística das áreas de risco da Cidade. Para dar continuidade a este trabalho nasceu a Frente Pró Petrópolis, composta por varias entidades da nossa sociedade que trabalham para o bem comum”.
Após o comunicado oficial, diversos padres e leigos manifestaram sua tristeza pela saída de Dom Filippo Santoro da Diocese, ao mesmo tempo em que agradeciam pelo trabalho realizado por ele na Diocese, neste sete anos de seu Governo Episcopal. O Vigário Geral da Diocese, Monsenhor Paulo Daher agradeceu todo trabalho realizado pelo bispo, afirmando que toda Diocese continuará rezando por ele, ao assumir esta nova missão em sua vida.

Fonte: Pastoral da Comunicação.