Cartas - 2022

Noite de festa na Campus By Night de Bolonha

Bolonha. De uma história, um método

Cartas

Três dias de mostras, espetáculos, encontros. De tempo ruim e de surpresas. A Campus by Night, construída pelos universitários, para partilhar com todos uma pergunta: Vale a pena ouvir o grito de felicidade que temos dentro de nós?

Um encontro da Campus By Night 2022
As mulheres do Meeting Point International de Kampala durante uma dança

Uganda. Comovida por uma experiência que dá gosto a tudo

Cartas

A espera de uma filha, com gravidez de risco e outras dificuldades «que deixam tudo cinza». Mas chega um convite: «Venha comigo ao Meeting Point». A italiana Francesca fala da «maior novidade» que acontece nela simplesmente olhando para aquelas mulheres

Foto Unsplash/Connor Misset

«Chamado pelo nome, como Zaqueu com Jesus»

Cartas

A pena alternativa numa casa de acolhida, e depois o encontro com alguns amigos derrubou os muros que «desde criança eu construí ao meu redor». A carta de Antonio

Foto Unsplash/Flavia Carpio

Colômbia. «A certeza que nos faz caminhar juntos»

Cartas

As primeiras férias da comunidade de CL entre adultos e jovens, depois da pandemia. A partilha de tudo, o encontro com o dono da fazenda, a doença… E a volta para casa, como «o início de um novo dia»

Caracas (Foto: Jorge Campos/Unsplash)

Venezuela-Flórida. Uma amizade sem fronteiras

Cartas

Em 2019, Enrico, da cidade de Gainesville, Flórida, respondeu a um pedido de seus amigos venezuelanos. Toda a comunidade norte-americana se pôs em movimento. Um gesto que nunca parou até agora e é um testemunho mútuo

©Unsplash/Jeswin Thomas

Rímini. «O sinal indelével»

Cartas

A oração da manhã, a notícia da guerra e todos os medos que a assaltam. Depois, o olhar para sua própria vida… Carta de uma estudante de 17 anos

(Romain V/Unsplash)

Ucrânia. Cada um ao seu trabalho

Cartas

O que a guerra tem a ver com escrever a dissertação? De que serve tanto trabalho em comparação com tanto sofrimento? Sofia decide ir ver seu orientador e lhe fazer essa pergunta. A resposta é totalmente inesperada...

Antony Gormley, Untitled (for Francis), 1985 (Foto: Luca Fiore)

Minha impotência sedenta

Cartas

Voltar a se perguntar: «Mas, se Deus é tudo, que sou eu? Quem é você?» O trabalho da Escola de Comunidade e essa descoberta de última hora

Rosetta Brambilla (© Obras Educativas Padre Giussani)

Belo Horizonte. Um nome e uma história

Cartas

No coração do Brasil desde 1967, Rosetta Brambilla revisita o que aconteceu desde aqueles primeiros anos de missão: as creches, os centros educativos, o trabalho com as famílias. Obras que «não existiriam se eu não tivesse encontrado Dom Giussani»

(Foto: Ken Friis Larsen/Unsplash)

«Aqui a gente até se esquece do celular»

Cartas

Uma noite com os Cavaleiros do ClãDestino de Lugano, três meninas muito diferentes. Cada uma reage a seu modo. Mas algo as toca fundo. «Se eu tivesse conhecido vocês antes, nem teria começado a me maquiar…»

Chicago (Foto: Richard Tao/Unsplash)

Chicago. Cantar juntos de novo

Cartas

Sally nasceu numa família de músicos. Mas foi cantando com os amigos dos Colegiais que descobriu algo que a conquistou. Hoje, com um grupo de amigos, se reúne a cada duas semanas para os ensaios do coro. Saiba por quê

Um momento dos Exercícios da Fraternidade (Foto: Arquivo de CL / Roberto Masi)

«Percebi que já tinha tudo»

Cartas

Simone decidiu inscrever-se na Fraternidade de CL. Sempre adiou a questão, sem encarar de verdade as perguntas e as dúvidas. Então a conversa com um amigo chegou «como uma pedrinha que desencadeia uma avalanche»

Foto Unsplash/Alex Motoc

Aquele instante de vida

Cartas

Sentada num banco, esperando um amigo que estava atrasado. E, graças ao olhar de uma desconhecida, dar-se conta de tudo o que há ao seu redor, com toda a sua novidade

Foto Unsplash/Anthony Da Cruz

Escola. Em busca de um “rosto luminoso”

Cartas

A volta às aulas entre dúvidas, confusão e preocupações: contato com infectados, quarentenas, ensino remoto… «Um começo sufocante.» O que dá respiro? O relato de um professor