Vai para os conteúdos
Logo Tracce
Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Compartilhar no Linkedin   MySpace

DOCUMENTOS

"Tiboni, Uma fé diante do mundo"

por Julián Carrón
16/6/2017 - Mensagem de Pe. Julián Carrón à Comunidade de Uganda por ocasião da subida ao céu de Pe. Pietro Tiboni, aos 92 anos

Caríssimos amigos

O padre Tiboni deu-nos o exemplo do que é a fé: o reconhecimento amoroso de uma Presença e a paixão de comunicá-la a todos. Esta foi a sua verdadeira grandeza, e todas as belíssimas obras que realizou são disso o fruto. Como lhe escreveu Dom Giussani em 2000: "A tua existência é um testemunho comovente daquele anseio de que Cristo seja conhecido por todos os homens, vivido na circunstância como abandono e obediência que renova aquele 'sim' de Maria que tu nos ensinaste a consagrar em cada momento da vida. Os frutos do milagre que marcaram e marcam a história do movimento em África passam pela tua humilde paternidade".

Desde que encontrou Dom Giussani em 1971 – muitos de vocês ainda não eram nascidos -, a sua vida foi invadida por Cristo. Aquele foi o seu “primeiro amor”, que o tornou ainda mais consciente da sua vocação missionária, descoberta na grande família comboniana.

Relembrava muitas vezes a visita de Dom Giussani a Kitgum, na qual tinha revivido a experiência de João e André no Jordão. "Aquele encontro em que Dom Giussani olhou para mim, e eu para ele, foi o início desta nossa história", escrevia em 2007, dois anos depois da morte de Dom Giussani, espantado e grato por ver voltar a acontecer diante dos seus olhos aquele mesmo olhar na vida do movimento.

Nada pôde separá-lo daquele primeiro amor; a guerra, as dificuldades, a doença não o impediram de permanecer ligado ao fundamento da sua esperança. "Esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé" (1 Jo 5,4).

Padre Tiboni viveu a fé diante do mundo, antecipando em décadas o convite do Papa Francisco para viver uma "Igreja em saída", para ir ao encontro das pessoas nas periferias do humano. Partilhando as necessidades dos mais pobres, tornou-se ele mesmo pobre, ou seja, consciente daquilo "que temos verdadeiramente no coração: a necessidade d’Ele".

Desejo-vos que revivam a experiência do padre Tiboni, mantendo viva a sua memória: "O voltar às origens não é um dobrar-se sobre o passado, mas é força para um início corajoso dirigido ao amanhã", escreveu-nos o Papa.
Por isso peço a Nossa Senhora para tornar fecundo o sacrifício do padre Tiboni na vida de cada um de vocês, tornando-vos cada vez mais conscientes do alcance do carisma de Dom Giussani na vida da Igreja e do mundo, para o comunicarem a todos através da alegria dos vossos rostos e da beleza da vossa unidade. "O meu coração exulta porque Tu, Cristo, vives".

Com todo o afeto do coração,

Padre Julián Carrón

 
 

Credits / © Sociedade Litterae Communionis Av. Nª Sra de Copacabana 420, Sbl 208, Copacabana, Rio de Janeiro - RJ
© Fraternità di Comunione e Liberazione para os textos de Luigi Giussani e Julián Carrón

Volta ao início da página