Vai para os conteúdos
Logo Tracce
Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Compartilhar no Linkedin   MySpace

OS FATOS

Exposição itinerante celebra poética de Adélia Prado

por Delma Medeiros
12/12/2013 - Em Campinas/SP, universo da escritora toma conta da praça no entorno do Centro de Convivência Cultural

Dar uma pausa na pressa da caminhada e se permitir um momento mágico em meio aos ruídos dissonantes da cidade e uma viagem pelo universo poético da escritora mineira Adélia Prado. Isso é o que propõe a exposição itinerante 'No Meio do Caminho... Tinha Uma Poesia', realização do Sesc-Campinas em parceria com a Prefeitura de Campinas, que fica em cartaz até o final de dezembro na Praça Imprensa Fluminense, do Centro de Convivência Cultural no Cambuí.

“Um corpo quer outro corpo, uma alma quer outra alma...”, é um trecho dos vários poemas que podem ser conferidos nos banners espalhados pela praça. A mostra propõe que a população “abra os olhos, prepare o espírito e libere os sentidos para embarcar nesta viagem poética de Adélia Prado”.

Tema:
A poetisa tem como temática o olhar da mulher, a beleza e encanto das coisas simples do cotidiano e sua forte convicção religiosa na fé cristã. O aspecto lúdico de seus textos é uma característica que torna único o estilo da escritora. Seus versos são tecidos em um habilidoso recurso capaz de transformar, a partir do olhar, o banal em algo extraordinário. A temática do feminino é expressa por meio da negação do papel tradicional destinado à mulher, submissa e pura, para a afirmação de uma personalidade dotada de desejo, erotismo e sedução. “Mulher é desdobrável. Eu sou”, termina assim um de seus poemas autobiográficos.

(Texto publicado no site Correio Popular, 2.dez.2013)

Outras notícias

 
 

Credits / © Sociedade Litterae Communionis Av. Nª Sra de Copacabana 420, Sbl 208, Copacabana, Rio de Janeiro - RJ
© Fraternità di Comunione e Liberazione para os textos de Luigi Giussani e Julián Carrón

Volta ao início da página